4 dicas de exercícios para combater a flacidez nos braços após os 50 Saiba como tonificar e evitar o temido “tchauzinho”

As pessoas que passam dos 50 anos enfrentam algumas situações
chatas com o corpo. Por exemplo, os braços começam a ficar sem definição e com flacidez, ainda mais se a pessoa nunca praticou esportes ou exercícios físicos na vida, e o bíceps e o tríceps acabam perdendo o viço e a musculatura.

De acordo com especialistas, com o envelhecimento, a
quantidade de colágeno diminui. Além disso, a qualidade dele também piora. A pele fica com uma espessura mais fina e com aspecto mais enrugado. Os médicos receitam para o temido “tchauzinho” uma alimentação bem regrada.

A alimentação deve ter sempre sais minerais, uma dieta
balanceada e rica em proteínas. Os carboidratos também são bem-vindos, desde que sejam de qualidade, até porque são necessários para equilibrar o tecido. O colágeno também é de suma importância, lembrando que ele representa cerca de 25% de toda a proteína
do organismo humano, e, para fazer uma reposição alimentar, é considerada ideal a ingestão de carnes, ovos, peixes, feijão, brócolis, ervilha, cerejas, uvas, soja, aveia, leguminosas, vitamina C e frutas vermelhas.

Somado a alimentação, os exercícios físicos têm papel
fundamental. Agora, confira quatro dicas para combater a flacidez nos braços após os 50 anos e aprenda a fazer os movimentos corretamente:

Supino reto: Deite com a barriga para o alto, depois segure a barra sem flexionar os
braços. Com isso, lembre-se de flexionar os cotovelos, escorregando a barra até bem perto do tórax. Nesse exercício, é importante não flexionar cotovelos, para que o movimento seja efetivo.

Tríceps na polia alta com barra reta: Fixe a barra reta ou inclinada a uma polia alta e pegue
com as palmas das mãos direcionadas para baixo. É importante salientar que as mãos precisam ficar paralelas à largura dos ombros — em posição de 90°, com uma pequena inclinação do tronco para frente.

Halteres sob a cabeça: Afaste os pés em conformidade com a largura das costas. Pegue um haltere
de cada lado e estenda os braços acima da altura da cabeça.

Tríceps com apoio do banco: Fique na beirada do banco com as palmas ajustadas bem na ponta
do assento, com os dedos virados para as costas, os cotovelos semiflexionados e os joelhos em uma posição de 90°. Fique com o corpo firme, sustente o seu peso e não se esqueça de contrair os glúteos.

Comentários

Mais notícias

Mais Notícias