Acidente na BR-101 deixa 3 mortos e uma criança ferida

1

Um acidente na BR-101 na manhã de desta sexta-feira (17/01), deixou 3 pessoas mortas e uma criança ferida.

Um veículo modelo S10, de cor cinza, placa CWE 9901, bateu de frente com um caminhão de boi próximo a cidade de Arataca.

João Edvan Ribeiro de Souza, 46 anos, sua filha Kelen de Araujo Souza, 17 anos e Guilherme Rebouças da Silva,19 anos, morreram no acidente.

Emerson Araújo Aquino, 10 anos, sofreu uma fraturas no pulso e no fêmur esquerdo. Ele foi levado para o Hospital Manoel Novaes, onde chegou desacordado. Por volta das 9h30 da manhã foi encaminhado para o Calixto Midlej Filho onde passa por uma tomografia.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna.

A mãe da criança, Celina Furtado de Araújo mora em São Paulo e já foi informada do acidente. Ela deve vir à Itabuna nos próximos dias.

Comentários

Mais notícias

Motociclista colide com cavalo na BR-101 e não resiste aos ferimentos

553247_10202328885618240_2976669044857729061_n
foto: Ednaldo Pinto
Itabuna – Na noite desta quinta (20/11) um motociclista trafegava com outro rapaz na garupa de uma moto Honda Fan vermelha pela BR-101, próximo ao Motel Maxim Quartier, quando acabou colidindo com um cavalo que atravessava a pista. Ambos foram atendidos pelo SAMU 192 e encaminhados para o Hospital de Base. Porém,o motorista, que era morador do bairro São Lourenço, não resistiu aos ferimentos.
Mais informações em instante!

Família é expulsa de Vera Cruz após ter casa arrombada por quadrilha

vera_cruzUm casal de idosos que residia há mais de 30 anos em Vera Cruz, em Porto Seguro, foi obrigado a abandonar o distrito após ter a casa arrombada por uma quadrilha que vem aterrorizando a comunidade local. O assalto ocorreu por volta das 13h de domingo (16), na rua principal da localidade.

Os bandidos levaram vários bens, entre eles liquidificador, aparelho de som e confecções do casal, que trabalha como autônomo.
No mesmo dia os proprietários da residência foram obrigados a deixar Vera Cruz, escoltados por um carro da polícia, pois foram ameaçados pelos suspeitos de participarem do arrombamento.

Na terça-feira, (17), as vítimas registram boletim de ocorrência na Delegacia de Porto Seguro.

fonte: Radar64

Polícia pede prisão preventiva de acusado de matar mãe e filha

Cópia de 1-luciene

As investigações que apuram as mortes de mãe e filha, em Ilhéus, já estão bem adiantadas. A prisão preventiva do acusado André Santos, inclusive, já foi solicitada pela delegada Andréa Oliveira, titular da 1ª DT (Delegacia Territorial), responsável pelo caso. Ao Diário Bahia, ela confirmou que o crime foi, de fato, passional.

Luciene Pereira Bispo, de 37 anos, e a adolescente Karinny Silva, de 17 anos, foram encontradas mortas, cada uma em seu quarto, na casa da família, no bairro Teotônio Vilela, naquela cidade. Isso, na noite do dia 06 de novembro. Os corpos, com sinais de estrangulamento, estavam em cima das camas e cobertos com um lençol, como se elas estivessem dormindo. O duplo homicídio, descoberto pela filha mais nova de Luciene, chocou a comunidade, onde as vítimas viviam.

Segundo a delegada, André, que morava com Luciene há apenas sete meses, era muito ciumento e não trabalhava. “Por isso, a vítima teria mandado o companheiro sair de casa”, explicou Dra. Andréa. De acordo, ainda, com as investigações, após essa discussão, o homem teria prometido deixar a residência no dia 5, um dia antes dos corpos serem encontrados. “Ele passou a premeditar o crime”, ressaltou a policial. Inicialmente, o “alvo” do acusado seria só a companheira.

E a filha Karinny, que morava com o casal? Questionamos à delegada. “Presenciou o crime. Morreu por isso”, concluiu Drª Andréa. Após matar a mulher e a enteada (neste caso, queima de arquivo), André fugiu, deixando a casa trancada. A porta da frente do imóvel teve que ser arrombada pelos vizinhos, a pedido da filha caçula de Luciene. Ela não morava com a mãe e desconfiou do sumiço das vítimas, com quem não vinha conseguindo manter contato há dias.

Fonte: Diário Bahia

Mais Notícias