Atleta itabunense disputará troféu de MMA em Ipiaú

1455860_186534741550139_1483828684_n

Itabuna – Sérgio Leal, atleta Itabunense da academia Gracie Barra, competirá no próximo sábado (21/12) na cidade de Ipiaú, ele disputará o troféu de MMA na categoria 66 Kg no campeonato Gold Fight.

O atleta que treina desde 12 anos e luta profissionalmente desde 2006, conta que a preparação é puxada e requer muita disciplina, ele treina três vezes por dia, e disse que sua dieta é rigorosa, a base de proteína e folhas.

1463874_186537614883185_1569402469_n

 

Sérgio possui vários títulos, como Pira Fight, Mega Fight, Evolution Fight, Tan Lan Fight, Super Chalenge, Dragon Fight, Interior Fight I e II, O Gladiador, Lions FC e Barra Fight BFC.

Ele iria disputar o Interior Fight III, no entanto, por falta de patrocinadores do evento que acontece em Rio Preto, interior de São Paulo, o campeonato foi cancelado. Esse fato ressalta a importância de patrocinadores apoiarem tanto atletas, quanto eventos deste porte.

O campeão relembra que quando foi disputar a segunda edição do Interior Fight em São Paulo, contou com o apoio de vários empresários da cidade, Climetran, Auto Escola Regional, Realce Car, Pizzaria Taberna, Academia Impacto, loja de suplementos SNC e a academia Gracie Barra.

1472799_186534571550156_1627116406_n

1477677_186537521549861_1030473220_n

Comentários

Mais notícias

Jogador morre após se machucar em comemoração de gol – Vídeo

RTEmagicC_ebef9315e7.jpg

O futebol indiano está de luto após uma tragédia ocorrida na semana passada, em partida do Bethlehem FC contra o Chanmari West, pela terceira divisão do campeonato nacional. O jogador Peter Biaksangzuala comemorou um dos gols do duelo com piruetas, caiu de mau jeito, sofreu lesões na medula espinhal e não resistiu.

A partida seguiu depois que o jogador foi levado ao hospital e terminou com o placar de 3×2 em favor do Chanmari. O Bethlehem prometeu aposentar a camisa de número 21, usada pelo jogador. Atualmente, o futebol indiano conta também com a India Super League, liga diferente da Mizoran Premier League, onde a tragédia aconteceu. Biaksangzuala foi levado ao hospital mais próximo logo após a queda e ficou internado por cinco dias, em tratamento intensivo, mas faleceu nesse domingo (19). O jogo estava 1×0 para o Chanmari quando Biaksangzuala empatou para o Bethlehem, já no segundo tempo. fonte: Jornal Correio

Assista abaixo ao vídeo do momento do acidente

 

Vitória perde para o Atlético Nacional e dá adeus à Copa Sul-Americana

xIMAGEM_VITORIA_5.jpg.pagespeed.ic.aKmeIquX6X
O Vitória está desclassificado da Copa Sul-Americana. O time Rubro-Negro perdeu por 1 a 0 para o Atlético Nacional nesta quinta-feira (16), no Barradão, em duelo válido pelas oitavas de final da competição continental. O gol foi marcado por Bocanegra aos 26 minutos do segundo tempo. Agora, a equipe comandada pelo técnico Ney Franco volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo encara o Cruzeiro, também em Salvador.

O JOGO

O Vitória entrou em campo com o objetivo de conseguir a inédita classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana. Por conta disso, o técnico Ney Franco abdicou de utilizar time misto e escalou o Leão com força máxima. O único jogador titular poupado foi o lateral-esquerdo Juan, que ficou como opção no banco de reservas. Já Cáceres e Escudero foram vetados pelo departamento médico por conta de lesões.
O duelo começou bastante movimentado no Barradão e as duas equipes buscavam o ataque, mas o sistema defensivo de ambos os times impediam as conclusões.
Aos dez, em cobrança de escanteio, Edno cruzou na área e Armani deu um soco na bola e assim afastou o perigo.
Com certa dificuldade para penetrar na área do adversário, o Vitória tentou chutes de longe. Aos 16, Luz Gustavo tocou para Dinei, que arrematou fraco, para fora.
O Atlético Nacional chegou com certo perigo aos  25. Após cobrança de falta, Bocanegra cabeceou para fora, mas a bola foi para fora.
Chances desperdiçadas
Apesar do jogo aberto das duas equipes, a partida ficou morna. Os dois times falhavam no último passe e também nas finalizações. Apenas no final do primeiro tempo, os dois times criaram as melhores chances. Aos 43, Vinicius cruzou para Dinei, que entrou de carrinho na pequena área e chutou, mas o goleiro realizou excelente defesa.
Um minuto depois, o Atlético Nacional chegou ao ataque e Copete tentou arrematar, mas Kadu bloqueou os chutes e salvou o Vitória.
Segundo tempo
Assim como na primeira etapa, o segundo tempo começou com as duas equipes buscando o jogo.  Aos quatro, Ruíz tentou o arremate, a bola saiu prensada e Júnior Fernández defendeu com tranquilidade.
Um minuto depois foi a vez do Vitória. Roger Carvalho recebeu cruzamento na área e cabeceou para fora.
Atlético Nacional pressiona e abre o placar
Precisando de vencer para se classificar, o Atlético Nacional começou a pressionar o Vitória, principalmente depois das entradas de Cardona e Mejía.  Aos 17, Guisao chutou forte de fora da área e Júnior Fenández fez boa intervenção e ficou com a bola.
Aos 26, Cárdenas cobrou escanteio, Júnior Fernández saiu mal, Henriquez cabeceou a bola no travessão e Bocanegra empurrou a bola para as redes.
Vitória vai para cima
Logo depois de sofrer o gol, o técnico Ney Franco fez duas alterações: sacou Richarlyson e Marcinho, para as entradas de Luís Aguiar e Marcos Júnior, respectivamente.
Aos 33, Luis Aguiar chutou muito mal para o gol, e a torcida ficou na bronca. Quatro minutos depois, Edno tentou o lançamento para a área e Nino Paraíba cabeceou para fora.
Gol legal anulado
Um lance polêmico aos 39 minutos. Dinei recebeu cara a cara e finalizou para o gol. Mas o assistente marcou impedimento e anulou o gol, para desespero dos jogadores do Vitória, já que a posição do centroavante Rubro-Negro era legal.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Atlético Nacional
Copa Sul-Americana – oitavas de final
Local: Barradão, em Salvador
Data: 16 de outubro, de 2014 (quinta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Diego Abal (ARG)
Auxiliares: Hernan Maidana e Diego Bonfa (ambos da Argentina)
Cartões amarelo:  Marcinho (Vitória); Nájera, Bernal e Mejía (Atlético Nacional)
Gols: Bocanegra (Atlético Nacional)
Vitória: Júnior Fernández; Nino Paraíba, Kadu, Roger Carvalho e Mansur; Luiz Gustavo (William Henrique), Richarlyson (Luís Aguiar) e Marcinho (Marcos Júnior); Edno, Vinícius e Dinei. Técnico: Ney Franco.
Atlético Nacional:Armani, Nájera, Henriquez e Murillo; Bocanegra, Bernal (Mejía), Guisao, Cárdenas e Farid Díaz. Luis Ruiz (Trellez) e Copete (Cardona) . Técnico: Carlos Osório.
fonte: Bahia Notícias

Por vaga nas quartas, Vitória vai com time titular contra o Nacional

Mistério desvendado. Se no treino de terça o treinador Ney Franco não deu pistas do time do Vitória que vai a campo hoje, contra o Atlético Nacional, da Colômbia, às 19h15, no Barradão, pela Copa Sul-Americana, ontem, em treino no estádio de Pituaçu, ele tratou de revelar suas ideias. O Vitória atuará com o que tem de melhor disponível.

“Vamos botar a equipe com força máxima porque a gente tem a responsabilidade de colocar o time nas quartas de final da competição”, garantiu Ney Franco que, até então, usou time reserva nos três jogos que o time disputou pela Copa Sul-Americana.

 RTEmagicC_vitoriasulame.jpg

Assim, o Leão vai a campo com a mesma equipe que iniciou a partida contra o Sport, domingo, no Recife, quando venceu por 2×1.

O único mistério é na lateral esquerda, entre Juan e Mansur, já que cada um atuou um tempo na Ilha do Retiro, mas a experiência do titular deve prevalecer. O resto time terá: Gatito, Nino, Kadu e Roger Carvalho; Luiz Gustavo, Richarlyson e Marcinho; Vinícius, Dinei e Edno. Cáceres e Escudero continuam vetados.

“Nós temos a oportunidade de passar de fase numa Copa Sul-Americana , então temos que ir com o que temos de melhor. Vai ser um jogo difícil e a gente vai ter que ter atenção e jogar com inteligência”, opina o meia Marcinho.

Quarta, basicamente, os titulares se concentraram num treino de bolas paradas, tanto defensivas como ofensivas. Foram cobranças de faltas e escanteios à exaustão e, no final, todos – inclusive os reservas e os goleiros – treinaram cobranças de pênalti.

Por ter empatado o jogo de ida por 2×2, em Medellín, o Vitória passa de fase se empatar por 0x0 ou por 1×1, além do triunfo. Em caso de novo 2×2, a decisão da vaga nas quartas de final será decidida nos pênaltis. Empate por 3×3 pra cima dá Atlético Nacional. O canal SporTV vai transmitir o duelo.

“O mais importante é não tomar gol. Se o jogo terminar 0x0, a gente passa de fase”, comentou Marcinho sobre a vantagem rubro-negra. No entanto, vale lembrar que os colombianos, na fase anterior da competição, jogaram em desvantagem contra o General Díaz, do Paraguai, e reverteram. Perderam por 2×0 em casa e venceram por 3×1 fora.

Assim, Marcinho alerta para os perigos do adversário. “Eles têm um ataque rápido e jogadores que podem decidir na bola parada. Tomar cuidado em não fazer faltas perto da área e procurar neutralizar os jogadores de qualidade do meio”.

Mulher não paga
Em promoção especial por causa do mês de combate ao câncer de mama, o Outubro Rosa, as mulheres entram de graça no Barradão hoje à noite.

Para os homens, os ingressos permanecem no mesmo valor cobrado no Campeonato Brasileiro: R$ 20 a arquibancada e R$ 60 a cadeira, exclusiva para os rubro-negros.

Tem promoção também para o jogo de domingo, entre Vitória e Cruzeiro, às 17h30, pelo Brasileirão: 10 mil ingressos de arquibancada custarão R$ 10 até sábado. As vendas iniciam hoje, às 10h, no Barradão, e às 13h, nas lojas oficiais do clube.

Fonte: Jornal Correio

Mais Notícias