Câmara Municipal recebe pedido de cassação do prefeito Robério Oliveira

Nesta quinta-feira (9) não houve sessão na Câmara Municipal de Eunápolis, onde apenas 8 (oito) dos 17 (dezessete) vereadores estavam presentes. Apesar da presença popular e cobranças dos cidadãos diante dos últimos eventos envolvendo a investigação da policia Federal nos municípios de Eunápolis, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, os representantes do legislativo não conseguiram reunir o numero mínimo de parlamentares.

Antes da sessão, foi entregue pelo vereador Arthur Dapé (DEM) um pedido de investigação de infrações político-administrativas e cassação de mandato do prefeito Robério Oliveira (PSD), que foi afastado pela justiça. O documento, que já está com o presidente da câmara, Paulo Brasil (PRB), é o primeiro passo para investigar a participação do líder do executivo na operação Fraternos. Esta operação aponta os prefeitos indiciados como responsáveis em movimentar mais de 200 milhões de reais em licitações fraudulentas. A criação da investigação por parte do legislativo municipal vai dar acesso a todas as provas colhidas pela Controladoria Geral da União (CGU), a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF).

Com o impedimento dos três prefeitos continuarem nos cargos, prefeituras de Eunápolis, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália foram assumida interinamente pelos respectivos vices: Flávio Baioco (Podemos), Beto do Axé Moi (PP) e Carlos Lero (PSCV).

Comentários

Mais notícias

EUA dizem ter discutido Venezuela com Bolsonaro

Após falar com Trump, presidente eleito conversa com o secretário de Estado americano sobre a colaboração em questões prioritárias, incluindo a Venezuela. General do governo Bolsonaro descarta ação militar contra Maduro. © Reuters/L. Millis Bolsonaro recebeu ligações de Mike Pompeo (à … Continua

Mais Notícias