Detento suspeito de abusar bebê de quatro meses é espancado até a morte

Na noite de sexta-feira (1º) um detento foi morto por espancamento, no presídio de Eunápolis. O corpo foi encontrado por volta das 19h, dentro da cela que dividia com outros 18 detentos.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Rairone Moura dos Santos, de 47 anos, estava preso há quase três meses, suspeito de estuprar um bebê de quatro meses. Nenhum dos ocupantes da cela, que é destinada a pessoas que cometeram crimes como estupro e pedofilia, admitiu a autoria.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Eunápolis.

O caso

O crime contra a criança aconteceu no dia 18 de fevereiro deste ano, no distrito de Santa Maria Eterna, em Belmonte. Rairone foi preso na tarde do dia 23, em Boca do Córrego, zona rural de Belmonte. Ele foi capturado por populares.

Segundo a polícia, o suspeito percebeu a presença policial e tentou fugir. E foi preciso a ajuda de um vaqueiro, que laçou o acusado, após o cerco montado pelos policiais, diante da dificuldade de locomoção do local onde ele estava escondido.

Conforme disse a polícia, após ter violentado o bebê, Rairone abandonou a criança em uma estrada de chão, enrolada em um cobertor. A criança foi levada para o hospital com muitas lesões e sangramentos.

Comentários

Mais notícias

Rui registra candidatura

A candidatura do governador Rui Costa à reeleição pelo Partido dos Trabalhadores será registrada às 9h desta segunda-feira, dia 13, na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Ao lado dos candidatos a … Continua

Mais Notícias