Escola pública de trânsito será autorizada nesta terça

EMTRAN DE ITABUNA
Foto: Divulgação

O pedido de autorização para a escola pública de trânsito de Itabuna será atendido, conforme informou secretário da Casa Civil da Bahia, Rui Costa.

De acordo com o secretário, é provável que a autorização para o funcionamento da escola seja atendido na próxima terça-feira 05/11, quando o governador Jaques Wagner estará em Itabuna.

O objetivo do projeto é atender às pessoas mais carentes que atualmente não tem condições de tirar a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A escola funcionará no anexo da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settran), localizado no antigo aeroporto, no bairro Lomanto. As aulas teóricas, práticas e a realização dos exames clínicos e psicológicos serão gratuitos. Apenas o laudo não será disponibilizado gratuitamente.

A autorização da autoescola gratuita é uma solicitação da deputada Ângela Souza, do secretário do Transporte e Trânsito (Settran), Clodovil Soares e do prefeito Claudevane Leite.

Comentários

Mais notícias

Por unanimidade, deputados baianos aprovam pensão vitalícia para ex-governadores

kujkghkuj

O Projeto de Emenda Constitucional (PEC), que cria pensão vitalícia para ex-governadores, foi aprovado por unanimidade na noite desta terça-feira (25) pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Serão beneficiados somente os políticos que tenham exercido, no mínimo, dois anos de mandato.

Com a decisão, o atual governador Jaques Wagner (PT) – que deixa o cargo em 2015 – continuará a ganhar, mensalmente, R$ 19,3 mil. Os ex-governadores César Borges e Paulo Souto também deverão ser contemplados retroativamente com a proposta. Em caso de morte, a viúva continuará recebendo a pensão

A PEC foi proposta pelo atual presidente da Casa, Marcelo Nilo (PDT). Durante a sessão, o deputado Carlos Geilson (PTN) criticou os parlamentares a base aliada ao sugerir que se tratava de uma “aposentadoria de Wagner”.

Fonte: Varela

De volta ao Congresso, Aécio Neves acusa Dilma Rousseff de cometer crime com orçamento

RTEmagicC_AecioNevesSerio_03.jpg

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) acusou a presidente Dilma Rousseff (PT) de ter enganado os brasileiros na eleição e de cometer crime de responsabilidade no manejo do Orçamento da União nesta terça-feira (25). O parlamentar, que esteve ausente do Congresso nos últimos dias, discursou na sessão que pode analisar o projeto que autoriza o governo a abandonar a meta de economia para abatimento da dívida, o chamado superavit primário. “Todo esse açodamento tem o objetivo de anistiar a senhora presidente do crime de responsabilidade que ela cometeu”, afirmou o tucano no plenário, sendo aplaudido pela oposição. O senador ainda declarou que Dilma patrocinou remanejamento de verbas entre os ministérios acima do limite que só seria permitido se o governo tivesse cumprido o superávit estabelecido.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) acusou a presidente Dilma Rousseff (PT) de ter enganado os brasileiros na eleição e de cometer crime de responsabilidade no manejo do Orçamento da União nesta terça-feira (25). O parlamentar, que esteve ausente do Congresso nos últimos dias, discursou na sessão que pode analisar o projeto que autoriza o governo a abandonar a meta de economia para abatimento da dívida, o chamado superavit primário. “Todo esse açodamento tem o objetivo de anistiar a senhora presidente do crime de responsabilidade que ela cometeu”, afirmou o tucano no plenário, sendo aplaudido pela oposição. O senador ainda declarou que Dilma patrocinou remanejamento de verbas entre os ministérios acima do limite que só seria permitido se o governo tivesse cumprido o superávit estabelecido.
Fonte: Bahia Notícias

 

Com apoio de sete partidos, Nilo consegue 34 apoios para candidatura à presidência da AL-BA

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.gAfZ2PFSEp

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT), anunciou nesta segunda-feira (24) que recebeu apoio oficial de sete partidos a sua candidatura à reeleição à presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA): PSD, PTN, Pros, PRP, PR, PV, PRB e PSC – este último com o deputado Wando. Se vencer o pleito, o parlamentar assumirá seu quinto mandato consecutivo à frente da Casa. Participam do acordo e assinaram a lista de apoio do pedetista os deputados Carlos Geilson (PTN) e Jurandy Oliveira (PRP), e os deputados eleitos Jânio Natal (PRP), David Rios (PROS), Alex Lima (PTN) e Alan Castro (PTN). Com as novas adesões, Nilo garante 34 assinaturas, duas a mais que o necessário para ganhar a disputa, no entanto, ele estima ultrapassar a marca dos 45 apoios ainda nesta semana. Entre os deputados que o apoiam está Alan Sanches (PSD), que renunciou à disputa em favor do atual presidente.

Fonte: Bahia Notícias

Mais Notícias