Fotos íntimas de Tenente do Exército vazam na web

02

Brasil – Fotos íntimas de uma tenente do exército brasileiro vazaram na internet através de compartilhamentos no Whats App. As imagens começaram a circular na última terça-feira (14/01).

As fotos parecem ter sido feitas dentro de um alojamento do quartel. No fundo da foto é possível ver peças íntimas e fardamento de oficiais.

Ainda não há informações da cidade onde a tenente, identificada apenas como Renata, fez as fotos.

tenente 1

tenente 2

Comentários

Mais notícias

Hospital cria simulador para que homens sintam a dor do parto

RTEmagicC_802d2af70d.jpg

Um hospital chinês está tentando aumentar a empatia que os homens sentem em relação às mulheres durante o parto. A equipe médica criou um simulador que usa o contato com a pele para transmitir uma corrente elétrica, e simular em parte o que as mulheres sentem na hora de dar à luz.

Mas esta não foi a primeira vez que este tipo de experimento aconteceu no mundo. Em maio de 2013, dois americanos que queriam provar que suas esposas estavam “exagerando” ao falar sobre a dor do parto passaram por uma situação similar.

Eles foram desafiados pelas mulheres a experimentar o simulador e toparam.

Eles experimentaram um aparelho que reproduzia as contrações sentidas pela mulher, e o resultado foi bem diferente do que os americanos imaginavam. “Eu acho que vou vomitar”, disse um deles para a esposa, que estava no consultório médico assistindo o experimento.

O amigo comentou que a sensação era terrível: “Parecia que alguém pegou um serrote e começou a abrir o meu abdômen”.

Apesar do sucesso dos experimentos, os médicos ainda acreditam que a simulação não se compara com as dores sentidas pelas mulheres que escolhem o parto normal ao invés da cesariana. “É doloroso. Mas é tão doloroso quanto dar à luz? Na minha opinião, não é não”, disse a médica Jennifer Ashton para o ABC News.

Assista ao vídeo do experimento na China no site da BBC News

fonte: Correio24h

Bebê nasce com 4 pernas e 4 braços na Índia e população exige tocá-lo

061-1

Um bebê nasceu com quatro pernas e quatro braços na Índia e causou alvoroço entre religiosos nas ruas de Baruipur, leste do país.

Os habitantes acreditam que ele é a reencarnação de um deus. Isso ocorre porque as divindades hindus, em sua grande maioria, possuem vários membros. Várias pessoas estão viajando de todas as regiões do estado de Bengala Ocidental para ver ou tocar na criança.

A polícia está apreensiva com a segurança dos pais e do bebê, e não está conseguindo controlar a multidão. Centenas de pessoas andam pelas ruas próximas ao hospital, em lágrimas, implorando para ter acesso ao recém-nascido.

O que ocorreu, na verdade, é que os dois braços e as duas pernas extras são frutos de um irmão gêmeo que não se desenvolveu corretamente e se fundiu ao abdômen do irmão saudável.

A família está feliz com a criança e afirma ser ele filho do deus hindu Brahma, que também possui 8 membros.

Quando ele saiu eu não podia acreditar. As enfermeiras disseram que ele estava muito deformado, mas eu podia ver que isso era um sinal de deus. Na verdade, isso é um milagre, o bebê do próprio deus. Um deus indiano tem membros extras igual a ele”, disse um dos membros da família à TV local.

Chukka Rao, 67 anos, é uma das pessoas que está lutando para conseguir ver ou tocar a criança: “Quando ouvimos pela primeira vez sobre o menino deus, estávamos um pouco céticos. Mas, nós viemos para ver porque estávamos intrigados com todas as notícias que ouvimos de amigos. Quando eu finalmente vi uma foto da criança, fiquei maravilhado”, disse.

A multidão está furiosa e exigindo ver a criança. De acordo com a crença, ele é um deus e as pessoas têm o direito de ter contato com ele.

 

Usuários ficam intrigados com falha em emoticon do Whatsapp

RTEmagicC_c886d061d5.jpg (1) A mensagem que uma falha com um dos desenhos conhecidos como “emojis” do Whatsapp tem chamado a atenção de usuários do aplicativo. Em alguns aparelhos, o emoticon de número 6 simplesmente não funciona em alguns dispositivos Android.

Ao selecionar o “6”, automaticamente é selecionado o “5”. Em uma das mensagens que circulam pelo aplicativo, um usuário desafia: “Duvido que alguém aqui consiga digitar o número 6 no WhatsApp”.

O motivo do “bug” ainda não foi detectado, nem há previsão de quando será consertado. Em aparelhos com os sistemas iOS e Windows Phone, o erro não acontece.

Fonte: Correio

 

Mais Notícias