Homem é assassinado na Juracy Magalhães

Um homem foi assassinado na manhã desta terça-feira (15/10), na Avenida Juracy Magalhães, próximo ao Supermercado Meira, em Itabuna. Jose Urbano Oliveira Simões, 42 anos, trabalhava como mototaxista. Testemunhas disseram que ele foi atingido durante uma tentativa de assalto.

De acordo com a polícia, as características do crime são de execução, já que a moto da vítima não foi levada. José Urbano foi morto com três tiros que atingiram o abdômen e o coração.

No momento do crime, uma mulher de 52 anos que estava em um ponto de ônibus da localidade foi atingida de raspão na mão. Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital, onde recebeu quatro pontos no ferimento.

homicidio-juracy-magalhaes-itabuna-mototaxi-tercafeira

homicidio-juracy-magalhaes-itabuna-mototaxi-tercafeira2

 

 

 

Comentários

Mais notícias

Mãe é obrigada a assistir à filha de 12 anos ser estuprada pelo padrasto

16bj8ufiwj_8bca6b4buq_file

Um homem foi preso acusado de estuprar a enteada de 12 anos em São Francisco do Conde, na região metropolitana de Salvador. Segundo testemunhas, o homem teria usado um facão para ameaçar a vítima. De acordo com a polícia, o acusado estuprou a menina e ainda obrigou a mãe a assistir a toda a violência.

A mãe contou que o homem, com quem vive há três anos, bateu nela e na filha com o facão. Depois, a colocou no quarto junto com a adolescente de 12 anos e começou a fazer sexo com a menina na frente dela.

A mulher disse que ele tapou a boca da vítima para não poder gritar.

— Ele pegou o facão e disse que se a gente gritasse cortava o meu pescoço e o dela com o facão.

Mãe e filha prestaram queixa na 23ª DT (Delegacia Territorial) de Lauro de Freitas, também na região metropolitana de Salvador. A menina passou por exame de corpo de delito, que comprovou e estupro cometido por Ailton Santos Quirino, 23 anos.

A polícia apreendeu o facão usado pelo acusado para agredir mãe e filha.

Quirino foi preso em flagrante e disse que estava sob efeito de álcool. A polícia chegou até o local após denúncia de vizinhos. O homem, que diz trabalhar de marisqueiro, já estava se preparando para ir embora quando a Polícia Militar chegou.

O homem foi enquadrado pela Lei Maria da Penha e por estupro de vulnerável e vai ficar à disposição da Justiça.

Fonte: R7

 

 

Assassino de policial civil é condenado a 53 anos de prisão

Bandido-e1414619084988

A Polícia Civil de Ibirapitanga, com apoio de uma guarnição da Polícia Militar, prendeu, na tarde desta quarta-feira (29), no distrito de Itamarati, Noelson de Sena Santos, de 33 anos, vulgo Aranha, acusado de matar, em 2006, um policial civil em Planaltina, no estado de Goiás.
O bandido, que possuía dois Mandados de Prisão em aberto, um por assassinato e outro por formação de quadrilha, foi condenado a 53 anos e 07 meses de prisão pela morte do policial e estava foragido há alguns anos. A Polícia Civil chegou ao bandido após denúncia anônima e a prisão ocorreu em frente a um bar no distrito de Itamarati.
Segundo a Polícia, Aranha não resistiu à prisão e estava no distrito há alguns dias, onde reside sua mãe. O bandido foi apresentado no Complexo Policial de Ibirapitanga e será transferido, por questão de segurança, para a Unidade Prisional de Ilhéus.
Fonte: Ubatã Notícias

Modelo é assassinado na BA-001

IMG-20141030-WA0001-300x180-500x300

Na quarta-feira (29/10), o corpo de um homem com marca de tiros, foi encontrado por populares próximo ao povoado de Camboinhas as margens da BA-001 (Ilheús-Itacaré). O corpo que estava sem identificação, foi levado para o DPT (Departamento de Polícia Técnica) de Ilhéus para aguardar o reconhecimento.

A família tomou conhecimento da morte do rapaz através da rede social facebook. O jovem, que era modelo, foi identificado como Ruan Cesar de Oliveira Vieira, ele morava em Salvador e teria vindo passar o final de semana na região.

No dia 27 às 10 horas, o jovem postou em sua rede social sobre seu passeio: “Que lugar top… Vamos de praia Ilhéus”, adicionando localização à publicação – na praia do Norte em Ilhéus.

Não há informações sobre autoria e motivação do crime. A polícia investiga o caso.

Mais Notícias