Homem morto no Novo Lomanto teria sido vítima de latrocínio

morto3

Itabuna – A polícia investiga se a morte de Alexsandro de Souza, de 47 anos, encontrado na última segunda-feira (02/12), no bairro Novo Lomanto, trata-se de latrocínio (roubo seguido de morte).

Novas informações sobre o caso foram divulgadas nesta quarta-feira (05/12). Populares informaram ao Radar que a vítima era sócia do antigo clube social da Mangabinha. O fato novo é que ele teria recebido dinheiro pela venda do clube, além de receber um valor ainda não informado, referente ao pagamento de uma dívida.

Ainda de acordo com populares, Alexandro teria comentado com várias pessoas sobre o dinheiro e na manhã de quarta-feira (04/12) uma mulher e dois homens invadiram a casa da vítima.

A polícia está investigando o caso.

Links relacionados

Comentários

Mais notícias

Policial à paisana mata ladrão durante tentativa de assalto

pericia

Itabuna- Durante uma tentativa de assalto na tarde desta quinta-feira (27/11), Jânio Manoel Santos de Oliveira, 18 anos, foi baleado e não resistiu aos ferimentos. Segundo informações policiais, Jânio tentou assaltar uma casa comercial no bairro de Fátima. Um policial à paisana presenciou a situação e reagiu. O Samu ainda socorreu o assaltante, mas ele morreu antes de chegar ao Hospital.

Ilhéus: Corpo é encontrado na praia

10477889_783926038343048_824267205067656726_n

Ilhéus – Um corpo com sinais de afogamento foi encontrado no final da av. Litorânea Norte, na praia do Marciano, onde fica a estátua da sereia, na manhã desta quinta-feira.

Segundo informações do radialista Coutinho Neto, do Blog Só Ilhéus, ontem foi registrado um afogamento no litoral norte, mas o nome da vítima não tinha sido divulgado.

O corpo está sendo periciado pelo DPT.

Imagem do radialista Coutinho Neto

Fonte: O agravo

Feira de Santana: Menino é queimado pela madrasta por deixar casa desarrumada

7xe6evsank_3bo7fw94xd_fileFeira de Santana – Um menino de nove anos teve parte das costas queimada com água quente, no bairro Tomba, em Feira de Santana. A polícia chegou até a casa da criança, na tarde desta terça-feira (25), após uma denúncia anônima.

De acordo com a DAI (Delegacia do Adolescente Infrator), a madrasta do garoto, teria queimado o menino, na última quinta-feira (20), por ter encontrado a casa desarrumada e sentir falta de um perfume.

— Ela agredia a criança e não socorreu depois que o queimou. Além de agredi-lo, ela proibia o menino de sair de casa.

Ainda segundo a DAI, Carla Matias Vieira, de 27 anos, disse ao pai da criança, que já teria levado ele ao hospital, mas que lá o menino teria o risco de pegar uma infecção.

— Desde quinta-feira, a criança estava presa em casa sem nenhum socorro. Ela sempre deixava o menino sozinho.

Em depoimento à polícia, o pai contou que não levou o garoto ao médico porque a mulher tem curso técnico de enfermagem e saberia cuidar dele. Ele foi indiciado por omissão de socorro e responderá em liberdade.

Carla foi indiciada por tortura, cárcere privado e omissão de socorro. Após ser ouvida pela polícia, ela foi encaminhada para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

fonte: R7

4z2tn6pk8q_1vw4ddfixs_file

Mais Notícias