Iza se retrata após curtir post alfinetando Anitta: ‘Jamais apoiaria briga’

Iza usou as redes sociais para se retratar com Anitta e seus fãs. É que nesta quinta-feira (23), a voz de “Ginga” deu like em um post no Instagram com foto de Cardi B e Ludmilla juntas em um estúdio de gravação nos Estados Unidos. A legenda curtida continha provocação a poderosa. “Sem autorização da Secretária Especial de Feats Internacionais do Governo Federal, Ludmilla viaja para Los Angeles e volta a se encontrar com Cardi B”, dizia o trecho. Vale lembrar que Anitta e a funkeira romperam amizade após polêmica envolvendo a composição da música “Onda Diferente”.

A rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense, por sua vez, afirmou em mensagem que já descurtiu a publicação e que o like foi sem querer. “Amores do meu coração. Eu já descurti o post. Jamais apoiaria briga ou qualquer coisa parecida entre duas mulheres incríveis num mundo que só apoia esse tipo de coisa. A gente tem mais é que cuidar umas das outras. Sou a favor de espalhar o amor e foi isso que tentei fazendo vendo duas artistas que admiro na mesma foto. Confusão da porra, curti sem ler”, iniciou.

A jurada do “The Voice Brasil” ainda agradeceu a todos os alertas que recebeu dos internautas e até mesmo as críticas vinda dos fãs de Anitta, em Aspen curtindo férias com amigas. “Peço desculpas pelo mal entendido e lamento desapontar quem tava achando que eu estaria apoiando algo do tipo. Quero deixar claro também que quem questionou meu like está certa e tem minha admiração porque, como sempre digo, devemos cobrar dos artistas que apoiamos ações que sejam compatíveis com tudo aquilo que falam por aí. E obrigada aos fãs que me avisaram, to de férias e aí não fico tanto no celular. É isso. Fé na mulherada”, concluiu.

No mesmo dia, Iza agitou os seguidores da rede social ao mostrar seus cabelos naturais. A cantora começou a fazer transição capilar há quatro anos. “Depois de um tempo, comecei a fazer só isso porque comecei a gostar dos cachos. E aí percebi que eu ficava me enganando. Passei a vida inteira sendo a única negra da escola onde eu estudava. Sempre acreditei muito naquilo que os outros falavam, nunca questionei o motivo de eu estar alisando o meu cabelo. Comecei a alisar com 12 anos. Com 12 anos, seu cabelo não sabe nem quem ele é, minha gente! Não sabe nem para onde está indo! Nem culpo a minha mãe por isso. Na verdade, ela foi vencida, porque eu voltava chorando todos os dias da escola”, contou.

Comentários

Mais notícias

Mais Notícias