Jogos Estudantis de Itabuna reúnem 1,5 mil alunos

1379421757

Mais de 1,5 mil estudantes de 25 escolas públicas e privadas participam da 40ª edição dos Jogos Estudantis de Itabuna, uma competição esportiva organizada pela Associação dos Profissionais de Educação Física de Itabuna e Região (APEF), com apoio da Secretaria de Esportes e Recreação da Prefeitura de Itabuna.

Os atletas estão disputando, sempre de segunda a sexta das 8 às 18 horas, jogos de basquete, futsal, handebol, vôlei, além de natação e judô. Os jogos começaram na segunda-feira, 16, mas a cerimônia de abertura oficial será hoje às 14 horas, na Vila Olímpica. A competição será encerrada no dia 4 de outubro.

O presidente da APEF, Francisco Leone, lembra que os Jogos Estudantis é uma das competições amadoras mais antigas da Bahia. “É uma maneira de fortalecer as práticas esportivas, mantendo os alunos com ocupação nas escolas. São mais de 1.500 estudantes em atividade fora do horário da escola”.

Expectativa

O professor Cássio Emílio, do Colégio Estadual Félix Mendonça, está otimista com o desempenho de suas três equipes de handebol, mas adianta que o mais importante que competir é entender que a prática de atividades esportivas ajuda no desenvolvimento das relações extra-escolares e é uma forma de inclusão social. “Não pensamos o esporte apenas como uma competição, mas como forma de promover saúde entre os nossos alunos”.

A estudante Isabelle Alves Dutra, que está participando dos Jogos Estudantis pela primeira vez, conta que a competição ajudou a sair do sedentarismo e possibilitou que fizesse novas amizades. “Tinha preguiça de fazer exercícios físicos, mas quando o professor informou que iriamos participar da competição, não perdi tempo. Comecei logo os treinamentos, o que foi ótimo para minha saúde”.

Outra participante, Ingrid Karoline Souza destaca que a participação em competições esportivas amadoras contribuiu para que se tornasse uma aluna mais dedicada aos estudos. “Minhas notas estão melhores e a relação em casa está muito boa. Mesmo que seja somente para participar, vale a pena”, avalia a estudante.

Comentários

Mais notícias

Mais Notícias