Polícia Civil fecha boca de fumo em casa invadida por traficantes

1800455_590508127705807_1760870357_n

Itabuna – A Polícia Civil fechou uma boca de fumo e aprendeu cerca de 3kg de maconha em um casa localizada no Alto dos Canecos, na manhã desta sexta-feira (07/02).

De acordo com o coordenador da 6ª Coordenadoria de Polícia, Evi Paternostro, a polícia recebeu uma denúncia da chegada de um carregamento de droga para o traficante conhecido como “Didiu”, que está preso no Conjunto Penal de Itabuna.

Ainda segundo o coordenador, os traficantes expulsaram os moradores para armazenar a droga no local. Agentes da polícia civil estiveram no local e apreenderam a droga. No momento da ação, não havia ninguém na casa.

A polícia apreendeu 3kg de maconha, pinos utilizados para embalar cocaína, 2 facas artesanais e uma tesoura.

Comentários

Mais notícias

Familiares e amigos de Lucas elogiam ação da policia

lucas

Após a prisão em São Paulo de Felipe Victor Barros, acusado de matar o personal trainer Lucas Dias, de 25 anos, há pouco mais de uma semana, o sentimento da sociedade foi de alívio. Amigos de Lucas afirmaram ao Radar Notícias que o trabalho da polícia tem sido eficiente e eficaz e esperam a mesma agilidade por parte da justiça, para que o acusado seja condenado e pague pelo crime que cometeu.

A nossa reportagem, um amigo próximo da família relatou que o delegado Marlos Macedo e sua equipe prometeram e estão dando uma resposta a sociedade. “Com a prisão do Felipe, renova a esperança e a confiança de que esse não será mais um caso esquecido ou não julgado.”, desabafou.

Agora, de acordo com familiares, o próximo passo é  acompanhar para que o processo evolua com a maior brevidade possível. “Estamos contando sempre com o apoio dos amigos, e de toda a população até o julgamento, pois, há mais do que uma busca por justiça pela morte de um jovem, mas de seu modelo de cidadão que o povo itabunense tanto necessita, ainda que oriundo de outras cidades”.

Links Relacionados:

Caso Lucas: Suspeito de matar personal trainer é preso em São Paulo 

Caso Lucas: Multidão pede justiça em manifesto

Crime passional: Ciúme teria sido o motivo do assassinato de Lucas

 

Caso Lucas: Suspeito de matar personal trainer é preso em São Paulo

Felipe Victor Barros foi preso hoje em São Paulo (Foto: Reprodução)
Felipe Victor Barros foi preso hoje em São Paulo (Foto: Reprodução)

Felipe Victor Barros, de 27 anos, suspeito de matar o personal trainer Lucas Sousa Dias, de 25 anos foi preso nesta segunda-feira (29), no bairro do Brás, em São Paulo, por intermédio de uma equipe do DEIC-PC/SP por força de prisão preventiva da Vara do Júri da Comarca de Itabuna. O crime teve grande comoção social e repercussão em todo o país e até no exterior.

De acordo com o delegado Marlos Macedo, titular da DH (Delegacia de Homicídios), a prisão preventiva foi decretada na última quinta-feira (25), após uma reunião entre promotores e a juíza Leandra Leal. Para localizar o foragido, houve uma interação entre as polícias de Itabuna e São Paulo.

CETO prende acusados de assalto no Aeroporto

acusadoNa tarde desta segunda-feira (29), Alexandre Souza Moraes, 31 anos foi preso, junto com um menor de 17 anos por uma guarnição do CETO. Segundo informações os acusados são acusados de assaltar clientes e funcionário em uma loja localizada na Avenida J. S. Pinheiro, bairro Lomanto, em Itabuna. Foram apreendidos com eles 02 aparelhos de celular, 01 arma, 01 notebook, uma pequena quantia em dinheiro. Além disso, uma moto que já tinha mandado expedido mandado de busca e apreensão.

prisão moto

Mais Notícias