Primo de Carlos Bolsonaro ganha cargo no Senado com salário de R$ 14 mil

O sobrinho do presidente Jair Bolsonaro e primo de Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro, Leonardo Rodrigues de Jesus, conhecido como Leo Índio, foi nomeado assessor parlamentar do senador Chico Rodrigues (DEM-RR). No cargo, Leo Índio terá salário de R$ 14.802,41.

No Palácio do Planalto Leonardo já é conhecido por ter acessado 58 vezes nos primeiros 45 dias do governo Bolsonaro, mesmo sem cargo político. O novo assessor parlamentar morou com o vereador Carlos Bolsonaro no Rio de Janeiro.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, Leo teria participado de ao menos uma reunião reservada com autoridades envolvidas na reforma da Previdência. Ele também esteve na comitiva da Presidência que foi a Brumadinho após o rompimento da barragem.

Comentários

Mais notícias

Mais Notícias