Professora é flagrada fazendo sexo oral em aluno; assista

professora

Bahia – Um vídeo que mostra uma professora, de 30 anos, da cidade de Palmas de Monte Alto, no sudoeste baiano, fazendo sexo oral em um aluno de apenas 13 anos está circulando na internet.

As imagens foram feitas pelo aluno e registram todo o ato. O vídeo já foi visto quase 30 mil vezes e tem sido compartilhado.

O secretário de Educação da cidade que a professora não atuava mais em sala de aula. Ela estaria trabalhando na Secretaria Municipal de Agricultura e seria promovida este mês.

Desde a divulgação das imagens, a professora não foi mais vista na cidade. O garoto contou aos colegas que o encontro aconteceu fora da secretaria, mas não revelou o local.

A Secretaria Municipal de Educação garantiu que as medidas cabíveis serão tomadas quando receber uma denúncia. Ainda não há denúncia formal contra ela.

Comentários

Mais notícias

Mestre Ninja representa Itabuna em Encontro Nacional de Capoeira

mestre Ninja

Mestre Ninja da Escola Celeiro de Bamba Cordão de Ouro de Itabuna, foi o único representante da Bahia a participar do 1º Encontro Nacional Cordão de Ouro Arrepiado Capoeira 2014” realizado entre os dias 28 e 30 de agosto no ACRE. Depois de participar da 1ª Feijoada Cultural organizada no último dia 24 pelo núcleo do celeiro de Bamba de Tancredo Neves, mestre Ninja chegou em terra acreana a convite do mestre Arrepiado, coordenador do evento responsável também por realizar trabalhos sociais com pessoas com necessidades.

Como em todos os eventos que participa, mestre Ninja contribuiu com sua experiência de quase 30 anos de ensino da arte da capoeiragem, mostrando um pouco da capoeira de Itabuna onde grandes nomes dessa cultura brasileira surgiram. O evento que também teve a presença do renomado mestre Suassuna apresentou ainda o “Show Danças do Quilombo” e o “II Batizado Capoeira na Floresta”.

“Percebi que aqui no Acre existe uma união entre os grupos, além de um apoio dos governos municipal e estadual à capoeira, o que deveria ser referência para outros estados. Eu, que faço trabalho social desde 1995, também fiquei encantado com os alunos de um projeto social do mestre Arrepiado que têm ajuda do governo. O evento foi ótimo. Muita cultura e reencontro com os amigos da capoeira.”

Casal sofre racismo após publicar foto em rede social

Um casal foi vítima de comentários racistas após a publicação de uma imagem no Facebook. A jovem negra D.M, que namora L.F, um rapaz branco, postou uma foto que é considerada habitual pelos brasileiros que frequentam as redes sociais: a demonstração de afeto de um casal. No entanto, o que deveria ser normal se transformou em um manancial de ódio e de deboche criminoso.

Alguns comentários sugeriram que D.M seria uma escrava por namorar um rapaz branco. “Onde o rapaz teria comprado a escrava?”, questionou um perfil, que recebeu apoio: “O casal parece que está na senzala”. “Se mexer vira nescau”, publicou um outro internauta já identificado pela Polícia Civil.

D.M postou uma mensagem no Facebook lamentando as manifestações racistas que se sucederam após a publicação da imagem. “Haverá racismo enquanto as pessoas não entenderem que por dentro somos todos iguais”, afirmou.

A Polícia Civil informou que deverá iniciar a apuração dos fatos e instaurar inquérito assim que o casal formalizar a denúncia e registrar a ocorrência. Com informações do Portal Pragmatismo Político.

Jovem negra que namora um rapaz branco sofre enxurrada de ataques racistas no Facebook após a publicação de uma simples imagem
Jovem negra que namora um rapaz branco sofre enxurrada de ataques racistas no Facebook após a publicação de uma simples imagem

Bombeiros fazem desafio do gelo e são eletrocutados

8ovr2o2zt9_47yz5mlryf_file

O desafio do gelo deu mais um banho de água fria no mundo, após a morte do criador da onda de vídeos virais. Desta vez, aconteceu em Campbellsville, no estado do Kentucky (EUA). Foi na universidade que leva o nome da cidade. Bombeiros estavam ajudando um grupo de estudantes a levar um banho de água fria do alto da escada do caminhão quando foram eletrocutados.

Dois dos socorristas, Tony Grider, 41 anos, e Simon Quinn, de 22, levaram um choque ao tocar em fios de alta voltagem. Eles foram socorridos e, desmaiados, levados para um hospital. Os estudantes que fariam parte da brincadeira fizeram correntes de oração. A equipe não sabe dizer como os bombeiros acabaram se acidentando. O estado deles é grave e correm risco de morte.

Fonte: R7

Mais Notícias