Sesab confirma primeira morte por dengue hemorrágica em 2014

Mosquuito_dengue

A secretaria Estadual de Saúde (Sesab) confirmou a primeira morte por dengue hemorrágica na Bahia, este ano. O paciente de 38 anos, era da cidade de Coaraci morreu após alguns dias internado no Hospital Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna.

Vários municípios da região cacaueira correm risco de surto epidêmico da doença. Em Itabuna, uma paciente de 15 anos está internada no Hospital de Base, com dengue hemorrágica.

Até o início da semana, a Sesab havia notificado oito casos de dengue clássica em Itabuna.

Comentários

Mais notícias

Homem precisa de doações de sangue para realização de cirurgia

Banco-de-Sangue-Itabuna

Itabuna – Luiz Pinheiro Mendes irá realizar uma cirurgia e necessita de doações de qualquer tipo sanguíneo.

Quem puder doar pode se dirigir ao Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e informar que a doação é para ele.

As doações podem ser feitas no Banco de Sangue, localizado no prédio anexo ao Hospital Calixto Midlej Filho, de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h e aos sábados, das 7h às 13h.

Reforma dá novo aspecto ao Balneário Tororomba em Ilhéus

Reformas atingiram todos os setores do Balneário Tororomba. Fotos SeturPrefeitura de Ilhéus - Imagens Setur (5)

Banheiros, piscinas e guarita foram revitalizados. Equipamento, que funciona de terça a domingo, agora passa pela troca total do piso.

Encontram-se em sua última fase as intervenções realizadas no Balneário Tororomba, localizado no bairro de Olivença, zona sul de Ilhéus. O trabalho, que agora compreende a troca total do piso, deve ser encerrado até o dia 20 de fevereiro, segundo estimativa do Coordenador de Turismo Fernando Reis, que atesta o novo aspecto visual dado ao local. A obra é realizada pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur), em parceria com as secretarias de Meio Ambiente e Urbanismo (Sema) e de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

O prazo maior para a troca do piso se justifica, segundo Reis, pelo fato de o balneário abrir ao público de terça-feira a domingo, reduzindo o tempo disponível para a obra. Até chegar a esta última fase, o trabalho contou com a reforma dos banheiros, a revitalização das piscinas, incluindo novo desenho das bordas, pintura de todo o equipamento, novo trabalho paisagístico, trazendo de volta o ambiente natural que atrai turistas e moradores locais, e com a troca de todo o telhado.

Recentemente, explica Fernando Reis, o local ganhou novos sombreiros, revisão na rede hidráulica, limpeza dos reservatórios, nova guarita e adaptação do espaço para receber pessoas com necessidades especiais. Também foram instalados novos painéis artísticos para melhor a composição visual do balneário.

Segundo Reis, “o fluxo de turistas que comparecem ao local aumenta muito no verão, inclusive nos finais de semana”. Dessa forma, o coordenador espera que as novas instalações satisfaçam todo público visitante.

O Balneário – Aberto de terça a domingo, das 09 às 18h, o balneário, possui três piscinas abastecidas com água corrente do Rio Tororomba, famosa por possuir concentração considerável de cloro, ferro e iodo magnético, que fazem bem à saúde. A estrutura tem ainda à disposição dos banhistas o “Véu da noiva”, uma cortina d’água refrescante, além de restaurantes, box de artesanatos, baianas de acarajé e outras barracas de alimentos. É cobrada uma taxa simbólica de quatro reais para a entrada de adultos e de dois reais para crianças. A arrecadação é revertida em melhorias para o equipamento.

Centro POP de Ilhéus atende a uma média de 15 moradores de rua por dia

Centro Pop - Imagem internet

O objetivo central do espaço é encaminhar pessoas em situação de rua para os órgãos e entidades que compõem a chamada rede de proteção do município (saúde, recuperação, emprego e educação, entre outros).

Sediado na Avenida Candeias, no Bairro da Conquista, o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus (SDS), realiza uma média de 15 atendimentos diários. De acordo com o titular da pasta, Jamil Ocké, a proposta central do projeto é formalizar o encaminhamento desse público para os órgãos e entidades que compõem a chamada rede de proteção do município (saúde, recuperação, emprego e educação, entre outros).

Jamil afirma que alguns projetos prevêem a criação, junto ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), de dois espaços voltados para o acolhimento de pessoas que se encontram em situação de rua. “Como o Centro Pop não possui esse perfil, estamos envidando esforços para, no futuro, termos em Ilhéus uma casa de abrigamento e uma república”, informa o secretário.

Mesmo diante de inúmeras dificuldades, como as pessoas que vêm de outras cidades em virtude da chegada do verão e dos turistas, Ocké explica que o Centro Pop está preparado para prestar um primeiro atendimento digno aos moradores de rua. “Lá, a depender de cada caso e sempre com a concordância deles, realizamos o direcionamento para a rede proteção do município. Assim, se eles estão doentes, encaminhamos para os órgãos de saúde, se possuem envolvimento com drogas, solicitamos o apoio das casas de recuperação, e se não possuem documentos, utilizamos a nossa parceria com o SAC – Serviço de Atendimento ao Cidadão. Além disso, no Centro POP, temos a estrutura necessária para oferecermos lanche, banho e, até, corte de cabelo”, diz.

Atendimento – No primeiro momento, o serviço conta com a abordagem dessa população, através da busca realizada pela equipe do Centro Pop, composta por sociólogo e técnicos sociais. Além desses profissionais, o espaço, que funciona de segunda a sexta-feira, sempre das 8 às 17 horas, também tem com o apoio de advogado, psicólogos, agentes e assistentes sociais.

“É importante dizer que essa é uma política relativamente nova. Por isso, os diversos instrumentos operacionais ainda estão sendo estruturados. Até o momento, além de Ilhéus, só mais seis municípios baianos possuem o Centro Pop”, enfatiza Jamil Ocké.

Mais Notícias