Vídeo mostra homem sendo executado em rua movimentada do RJ

execução-luz-do-dia-rio-de-janeiro-reprodução-extra

Rio de Janeiro – Um homem foi executado à luz do dia, na Estrada Plínio Casado, uma das mais movimentadas da cidade. Segundo os relatos de testemunhas à 54ª DP (Belford Roxo), a vítima seria um ladrão e estava atacando comerciantes e pedestres.

O crime aconteceu na noite do dia 23 de janeiro e desde então, o vídeo vem sendo compartilhado na internet.

Nas imagens, é possível ver um homem sem camisa e de bermuda branca sentado no chão de terra, em frente a um ponto de ônibus. Ele é segurado pela cabeça por um outro homem, usando camisa preta e tênis. Segundos depois, passa uma moto ocupada por duas pessoas pela rua, que para logo em frente ao rapaz. Da garupa do veículo, salta um homem negro, sem camisa e de chinelos. Ele saca uma pistola e dispara três vezes à queima-roupa contra a cabeça da vítima, que ainda tenta se defender levantando os braços e abaixando a cabeça.

Veja a ação no vídeo!

Comentários

Mais notícias

Morre escritor, jornalista e cronista itabunense Hélio Pólvora

Escritor Hélio Pólvora
Na madrugada desta quinta-feira (26/03) o escritor baiano Hélio Pólvora, 87 anos, natural de Itabuna, que lutava contra um câncer, faleceu.  O escritor ocupava a cadeira 29 da Academia de Letras da Bahia. Além de fazer parte da Academia de Letras do Brasil (sede em Brasília, DF), onde ocupava a cadeira 13 e pertencer ainda à Academia de Letras de Ilhéus.
A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC emitiu uma Nota de Pesar:

Em nome de toda a equipe da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC, lamentamos o passamento do ilustríssimo escritor, jornalista e cronista itabunense Hélio Pólvora, que em muito contribuiu para o estabelecimento de uma identidade literária essencialmente grapiúna.

Que Deus, todo poderoso, abençoe e conforte os familiares.

Mulher suspeita de traição de namorado e cola absorventes no carro dele

A chinesa Li tan, de 23 anos, desconfiou de uma possível traição do namorado De Wu e resolveu atacar o carro do rapaz colando vários absorventes nele. A desconfiança começou após ele não voltar para casa no horário prometido.Foi aí que ela resolveu atacar o carro do namorado e publicou fotos nas redes sociais que tinha a seguinte legenda: “É isso mesmo, fui eu que fiz”.

O atraso dele foi por conta da organização de uma festa surpresa que ele estava fazendo para ela. Em entrevista ao jornal chinês People’s Daily Online, um amigo de Li contou que ela estava furiosa.

Mulher suspeita de traição de namorado e cola absorventes no carro dele

“Eu disse que ela deveria esperar para ver o que ele tinha a dizer antes de atacar o carro. Mas ela não quis me ouvir e, como ela estava convencida da traição, eu não fiz nada”, contou o amigo ao jornal. O namorado tentou se explicar ao voltar para casa.

“Eu disse que estava organizando sua festa surpresa e mostrei a reserva que eu tinha feito on-line para um restaurante chique que eu ia levá-la”, contou De Wu. Os dois conseguiram se acertar.

Fonte: iBahia

Mais Notícias